29 outubro 2010

Subterfúgio


"Não entendo a vida, não entendo nada. Porque assim, porque não de outro jeito. Porque tudo acontece tudo do jeito que acontece. Não consigo viver, pois não entendo o porquê de viver. Quem um dia entendeu? Não há mais o que sonhar, a esperança se foi. Um amor eu sinto, mas não há para quem o guardar. Porque eu pareço estar em outro lugar, não dentro de mim, não onde eu realmente estou. Não existe o agora nem o amanhã nem o depois."

0 recados:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates