29 outubro 2010

Promete não me esquecer?



                  Para aquele par de olhos que me fitava, misteriosos e desconhecidos, eu era apenas mais uma pessoa o encarando. Mas para aquele coração, que eu podia sentir batendo dentro de mim, ele era alguém, que eu era capaz de fazer tudo só para tê-lo perto de mim. Se tinha alguma, pouca, diferença entre nós dois era que eu queria aqueles olhos perto de mim, e ele, ficar longe. No meio de tanta gente, música e bagunça, eu só via e ouvia. Ele e meu coração. Tinha alguma coisa nele que me tirava o ar e me prendia a atenção, mas ele não parecia se comover. O que eu esperava? Ele era um estranho. Mas eu tinha uma leve impressão de que já o conhecia de algum lugar.

"Eu conhecia bem aquele pôr do sol, mas hoje ele estava diferente. Mais bonito, mais perfeito. Tão perfeito quanto rosto à minha frente. 'Eu te amo', ele sussurrou baixinho. 'Eu te amo', devolvi. Ele era meu como o meu coração era dele. 'Não, não é um sonho', eu pensava. Aquilo, eu tinha certeza cada vez mais, não era apenas um sonho. Eu era sim a mulher mais feliz do mundo."

0 recados:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates