25 julho 2010

Liberdade

0recados

E quanto à liberdade, que já tanto buscaram, enfrentaram, correram atrás? Quantos já sofreram por ela? Ser livre é conquistar o mundo e enfrentá-lo, sem medo, ante um desafio, ante um fracasso. É poder viver o mundo sem esquecer de viver a vida. Todos temos sonhos, todos vivemos ilusões. Seguir o caminho mais difícil ou o mais fácil, tanto faz. Ambos terão pedras e espinhos, raras serão as pontes. Viva o dia em que amanheceremos e livre estaremos para amar o mundo.

Queridos sonhos

0recados

          Sou uma sonhadora, sim. Em tempos mórbidos e hostis, larguei meu destino. Em tempos de guerra, fugi. Mas em tempos felizes, eu sorri e sonhei mais. Sonhei pra dizer a mim mesma que tenho um paraíso de algum modo. Encontrei um mundo nos meus sonhos, onde não tenho medo de errar, não tenho medo de falar, não tenho medo de ser julgada. É nesse mundo que eu vivo. Sonho, então, para concretizar esse mundo, mesmo que seja somente no meu inconsciente. Sonho para dizer que já encontrei a felicidade um dia.
              Ainda não sei o que me levou a sonhar. Talvez para fugir do mundo real ou dos meus problemas, da pressão ou do medo, ou apenas por necessidade. Talvez eu sonhe porque é minha única forma de viver. Porque nele posso ser quem sou, tenho coragem para realizar tudo, coragem que me falta pra enfrentar meus medos na vida real. Mas nem sempre podia ser assim... podia ser mais real.

24 julho 2010

A poesia da escrita

0recados
Poucas coisas na vida valem a pena. Poucas coisas sabem entender ou fazer ser entendido; sabem fazer feliz ou fazem a vida se tornar um pouco mais do que deveria ser. Poucas coisas na vida fazem perder um sentimento para a confusão.

Escrever caiu-me como uma nuvem: sutil e leve. É como encontrar respostas quando preciso entender a mente e o coração. Para entender principalmente a mim mesma e tudo que faz parte disso; é um mistério, uma simplicidade e uma agonia. Faz-me pensar em quem eu sou, mas principalmente no que eu quero que o mundo seja. Talvez seja uma tolice, mas talvez também seja a melhor educação.

Escrever é o melhor julgamento. Passatempo, eterno prazer. Brincadeira e coisa séria, que ninguém nunca conseguiu decifrar, nem mesmo os melhores escritores e poetas do mundo. Torna-me cidadã. E hoje sei, sou minha própria cidadã.

Do latim mulier

0recados

Entre flores e amores, incomparáveis mulheres. Fortes e corajosas, sensíveis e delicadas, tal qual uma bela rosa. Efeito deslumbrante do mundo. Formosas e belas, intrigantes e misteriosas, impetuosas... Poço de amor e compaixão, voz da razão e inteligência. Entre o céu e a terra, a melhor aventura, o mais belo trabalho da natureza e a mais divina promessa de amor. Encantadora arte e poesia. Mulheres que são simplesmente mulheres, e não há nesse mundo quem negue o precioso valor de uma rosa.

Um último dia

0recados
Bom seria viver como se fosse o último dia...


Porque aí você percebe ser essa a sua última noite, o último pôr-do-sol que será observado, o último amor que será vivido. A última chance de prestar atenção no mundo e perceber ser ele ainda um mundo a descobrir; ser este um mundo invisível, jamais visto por esses olhos acostumados com o dia-a-dia, mas não com o último dia. Perceber, então, o que não é perceptível aos olhos da rotina. Percebe-se que não se tem mais controle sobre o seu dia; percebe-se que não se sabe mais onde encaixar tudo que ficou fora do caminho um dia e que lutou-se tanto para voltar aos eixos. Não sofrer, apenas viver, sem medo de errar. Apenas acordar no dia seguinte para mais um último dia.

23 julho 2010

Meias palavras

0recados
"A função da palavra é representar partes do pensamento humano, e por isto ela constitui uma unidade da linguagem humana".

Palavras podem ser tudo ou nada. Palavras podem fazer se arrepender. Palavras podem confundir. Palavras podem levar ao sucesso ou ao fundo do poço. Palavras magoam, ofendem e causam desentendimentos, mas ao mesmo tempo criam oportunidades, amizades e vínculos eternos. Palavras aperfeiçoam, explicam, encantam e são capazes de corrigir qualquer ato. Palavras evoluem e fazem evoluir; surgem e deixam surgir. Palavras fazem os livros ter magia e melodias, significado. Palavras afastam ou unem pessoas. Palavras fazem com que as pessoas reflitam, mas também agridem e acolhem. Palavras criam desejos; enfeitiçam, seduzem e provocam. Palavras podem ser amáveis ou grosseiras. Podem ajudar. Palavras podem dizer muito ou quase nada. Podem traduzir qualquer sentimento. Palavras permitem que as pessoas brinquem com elas mesmas. Palavras fazem as guerras ou alcançam a paz mundial. Palavras trazem sorrisos ou lágrimas. Palavras podem ser apenas palavras ou podem ser muito mais do que uma vida. Com palavras, pode-se tudo, apenas não se pode ficar mudo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates