24 julho 2010

A poesia da escrita

Poucas coisas na vida valem a pena. Poucas coisas sabem entender ou fazer ser entendido; sabem fazer feliz ou fazem a vida se tornar um pouco mais do que deveria ser. Poucas coisas na vida fazem perder um sentimento para a confusão.

Escrever caiu-me como uma nuvem: sutil e leve. É como encontrar respostas quando preciso entender a mente e o coração. Para entender principalmente a mim mesma e tudo que faz parte disso; é um mistério, uma simplicidade e uma agonia. Faz-me pensar em quem eu sou, mas principalmente no que eu quero que o mundo seja. Talvez seja uma tolice, mas talvez também seja a melhor educação.

Escrever é o melhor julgamento. Passatempo, eterno prazer. Brincadeira e coisa séria, que ninguém nunca conseguiu decifrar, nem mesmo os melhores escritores e poetas do mundo. Torna-me cidadã. E hoje sei, sou minha própria cidadã.

0 recados:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates