05 outubro 2010

Querido diário

               "Fazia dias que tentava falar com você, mas a coragem não apareceu. Sim, sou uma fracassada. Me sinto culpada pelos dias em branco. Foram muitas páginas, muitas palavras não escritas. Involuntariamente, eu quis preencher cada linha, contar os fatos agora já não tão necessários, mas estava com medo de não funcionar, de você não acontecer. De todo modo, agora não há mais o que lembrar. A caneta falhou, não queria mais escrever, e eu nem podia reclamar. Eu senti falta. Me lembro que você era a única coisa que tinha, meu único amigo, meu apoio. Encaixava perfeitamente tudo como uma peça de quebra-cabeça. Não imaginava como ia começar a explicar meus dias mudos e acho que não comecei bem. Sinto que ainda não disse tudo o que queria. Mas peço que tente me perdoar, não foi porque eu quis. Quanta saudade sua! Nem imagino como estava respirando todos esses dias. Prometo nunca mais ficar tanto tempo calada. Preciso de cada instante aqui, nas linhas do meu caderno, para sempre."

0 recados:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates