13 julho 2011

Promessas insignificantes

Diga que estou em cada canto do teu olhar, em cada poço do teu pensamento, em cada estrela da noite a chegar. Diga que precisa de mim, que me quer ao teu lado, em qualquer lugar, em qualquer situação. Diga que não é exagero quando diz que a lua não se compara a minha beleza, mas que é uma forma de beleza tão pura quanto a minha. Diga que meu sorriso é radiante e que te faço nascer de novo em um mundo sem promessas árduas. Apenas diga que te faço feliz, que te faço sorrir; diga que me quer junto a teu coração, sem com isso ter que aturar o peso de ter dito a coisa errada pelo resto da vida. Não precisava doer tanto assim; apenas me fazer sentir o que é saudade, aquela velha e bonita amizade entre eu e o teu coração. Não precisava acontecer tantas vezes; apenas uma vez me deixaria a altura de viver uma vida conturbada e feliz, mas apenas uma, pois uma segunda seria invíavel a ponto de me fazer enlouquecer. Não preciso dizer que isso é apenas uma desculpa pra ouvir o que não tenho coragem de dizer, pois as palavras tornam esse sentimento insignificante. Apenas diga, que o meu coração se encaminha do restante.

0 recados:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

(Re)inventando © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates